Home » » A primeira vez

A primeira vez

Realmente não esperava que fosse assim. Os beijos dele deixavam-me excitada. Eram intensos e desejados.
Ele tinha um toque maravilhoso, a maneira como tocava-me no peito, a maneira como agarrava-me no rabo. Eu suspirava "Meu Deus!", estou on fire. Passo a passo, peças de roupa foram formando um caminho. Levou-me para o quarto presa no tronco dele, aos beijos. Atirou-me para a cama e.. (ai ai, tão bom recordar) levou-me a Marte e permitiu que la ficasse um bom tempo. Um homem com aquele toque, só poderia saber tão bem o que fazer. 

Como hei-de descrever aquele momento? (Já estou a ficar molhada...) puff.. no entanto o que mais gostei, foi o facto dele não ter permitido que me viesse, não naquele momento, fez-me ter pequenas explosões de prazer! Pediu-me que me tornasse egoísta e que aproveitasse aquela primeira vez (porque afinal, é a primeira vez que marca - para o bem e para o mal). Assim o fiz! Senti-me uma boneca a ser dominada. Gostei o facto dele ter dado importância aos preliminares, e já isto na viagem.. mas isso já é outra história, para um dia mais a frente, talvez. Voltando aquele maravilhoso momento sexual. Eu já não sei o que hei-de de dizer, só não digo que foi o melhor sexo de sempre porque conscientemente não lhe "retribui" o mesmo prazer, mas vou ter oportunidade, é certo!
 
Support : Copyright © 2015. pura mente impropria - All Rights Reserved