Home » » Voyer

Voyer

Saí do banho. Tenho um certo hábito de me secar no wc, deixo a toalha e vou apenas de chinelos para o quarto acabar o meu ritual de hidrataçao. Nem me lembrei que tinha aberto as janelas e as cortinas para deixar o quarto respirar e levar um bocadinho com aquele bom tempo.
Começo a circular pelo quarto sem roupa, quando me apercebo que alguem ao longe olhava para dentro. Gostei da sensaçao, de ser observada. Em vez de ir a correr fechar as cortinas, nao. Fui buscar o creme e passei no corpo, ia passando e massajando simultaneamente, meio a provocar, mas com que ele nao se apercebesse que eu já o tinha topado. Começei pela barriga, mamas, braços, costas, rabo, pernas. Já é automático. Eu conseguia vê-lo através do espelho ao lado da cama. Acho que nunca me tinha dado tanto jeito. Ele estava meio escondido, e via-se a cabeça no meio da cortina. Naquele instante, rapidamente pensei se seria a primeira vez que me observava, será que já tinha participado em algum momento meu a solo? será qie já tive um voyer em algum momento meu de prazer e que sou super descuidada. Irrelevante, ao menos foi prazer garantido para os dois.
 Adiante. Ele continua ali. Será que ele pensa que eu vou brincar... hmm que pena, estou cheia de pressa. Escolho a lingeri, visto as cuecas, e de leve começo a tocar-me em cima das cuecas. Dou uma gargalhada e vou fechar a cortina.
 
Support : Copyright © 2015. pura mente impropria - All Rights Reserved