Home » » Carpe Diem

Carpe Diem

Acordo com a tua mão a acarinhar-me as costas, ainda estou sonolenta, não me consigo mexer, tu continuas, aproximas-te e dás-me beijinhos no ombro.. "que bom acordar assim", penso. Rapidamento a tua mão desce até ao meu rabo, sempre foi a tua parte favorita no meu corpo. Podes passar horas a tocar nele que não te cansas. Colo-me a ti, frente a frente, beijos desenrolam, beijios famintos, beijos de saudade, beijos de contentamento. Sinto-me bem ao pé de ti. Será paixao? Algo novo? Who cares? I don't care. Aproveito o momento, "amanhã" penso no resto. Entrelaças-me uma perna ao teu redor e metes devagarinho. Respiraçao contra respiraçao, frente a frente. Arrepio-me toda. Adoro a sensação. Chove tanto lá fora. É um misto de boas sensações. Já algum tempo que não me sentia assim, segura. Os nossos corpos fervem, os nosso corpos estao unidos, pelo carinho e pelo prazer. Viras-me de costas, tu estás num modo on fire disfarçado. Não queres ser bruto, estás a ser diferente.. mas sabes que adoro uma pitada de brutalidade, sempre.. Agarras-me o cabelo para trás. Dizes o quando me adoras foder, baixinho, ao ouvido, como se fosse um segredo. A tensão está a subir.. estás a aumentar o ritmo e eu não aguento. Quero que te venhas de 4. Assumo a posiçao, ainda dás uma palmada com força.. e zás, um gemido continuo mais forte e faz-se silêncio. Depois voltamos a aconchegar-nos na cama, colados frente a frente. eu com a cabeça no teu peito, e adormecemos assim..
 
Support : Copyright © 2015. pura mente impropria - All Rights Reserved