Home » » Não te vais arrepender

Não te vais arrepender


- Não te vais arrepender - disse ele.
Mas no fundo tinham a plena consciência que aquela seria,sem dúvida,a maior loucura das suas vidas.
- Como sou capaz de ser tão louca? - questionou-se.
Porém a atracção era demasiado forte para recuar,agora que ele a beijava docemente...agora que aquela língua a devorava com pressa e urgência,até ficar quase sem fôlego...era impossível parar!!!
E assim começaram um bailado pelo corpo um do outro,na ânsia de sentir o calor que cada vez mais se tornava insuportável e os deixava loucos de desejo!
Ela sentia-se envergonhada só de pensar que alguém os pudesse descobrir ali,em plena luz do dia,num sítio que era visitado quase de cinco em cinco minutos.
- Vamos ter calma! Pode aparecer alguém! - disse ela assustada.
- Calma? Agora? Olha-o,achas que posso ter calma! Calma tem tu,irá tudo correr bem!
Todo aquele cenário,a praia como pano de fundo...o calor...a excitação de serem "apanhados"...deu origem a que ambos se entregassem à loucura e à necessidade da junção dos seus corpos.
E assim foi...sem receios aparentes e com o desejo bem expresso no olhar,ofereceram-se um ao outro,excitados com toda aquela aventura.
Ele virou-a de costas,debruçou o seu corpo contra o muro e segurou-lhe a carne firme e bronzeada com as mãos suadas.
Os seus dedos procuraram o interior das suas coxas.
- Hum...sabe tão bem sentir-te assim!!!
Perante aquela sensação que o descontrolou ainda mais,penetrou-a firmemente de uma só vez.
Sentindo-a vibrar,começou a movimentar-se dentro dela com vigor,deixando-a alucinada e entregue à necessidade de ser possuída mais e mais por ele.
Foram 5 minutos alucinantes...soltaram-se gemidos...pequenos gritos soltos de boca tapada para que ninguém se apercebesse das suas presenças ali,naquele canto.
Foram 5 minutos de fogo e paixão,celebrados com um orgasmo em simultâneo que lhes sacudiu os corpos...e com palavras meigas sussurradas ao ouvido:
- És a mulher mais louca que já conheci,por isso te amo tanto!!!
Do monumento ao carro era um instante,mas mesmo assim,pelo caminho ainda se cruzaram com visitantes que se dirigiam precisamente para "aquele canto"...
Olharam-se,sorriram um para o outro e continuaram o seu percurso até ao carro de mente ainda excitada...As férias acabavam nesse dia!!!Que bela despedida!!!
Seguiram viagem para o apartamento que ficava somente a 7 kms,pelo caminho soltaram gargalhadas e olharam aquele monumento,"aquele canto" agora distante,com saudade...aquele seria um sítio que iria ficar na memória para sempre!
- Como pudemos ser tão loucos? Mas foi tão bom!!!
- Eu avisei-te que não te irias arrepender!
Chegados ao apartamento....hahaha...a despedida ali,também estava garantida!
 
Support : Copyright © 2015. pura mente impropria - All Rights Reserved